orquídeas no inverno

É preciso ter um cuidado maior com as orquídeas no inverno. Isto porque é uma planta de clima tropical, que depende muito de temperaturas mais quentes e de uma rega que não apodreça suas raízes.

As orquídeas são delicadas, mas com as dicas deste texto, você poderá cultivá-las sem maiores preocupações no inverno.

As orquídeas são plantas versáteis, que podem ser usadas em floreiras, paletes, jarros, jardins verticais, tanto para decorações internas quanto externas. Elas são ótimos presentes e promovem um ar requintado ao local em que estão.

Período de floração das orquídeas

Algumas espécies florescem em janeiro, julho ou setembro, mas isto depende muito das condições da cada planta. Elas precisam estar saudáveis e ter um cuidado correto.

É mais fácil, entretanto, marcar a floração das suas orquídeas pelas estações do ano do que pelos meses. Caso a sua Cattleya floresça em julho, provavelmente ela irá florescer no mesmo mês, ou dentro do período do inverno – entre junho e agosto. Assim, você não vai se assustar caso demore um pouco, ou a floração adiante um pouco do mês previsto.

As orquídeas são plantas que apresentam floração de 1 a 2 vezes por ano, podendo variar um pouco. E isso depende da variação da sua orquídea, do clima, da rega e da adubação. Se tiver uma boa variedade de plantas, você sempre terá flores no seu orquidário, jardim ou floreira durante todo o ano.

Quando você se concentra em uma variedade apenas, ou só coleciona espécies muito raras, a sua floração provavelmente será restrita a um período apenas do ano.

orquídeas no inverno - vandaDescrição gerada automaticamente
orquídeas no inverno – vanda

Orquídeas no inverno: quais cuidados são necessários?

  • Anote a data da última floração da sua orquídea para ter uma estimativa. Caso ela demore a florescer, você terá um indicativo para investigar se há algum cuidado a mais que é preciso ser feito naquela planta.
  • Procure deixar as mesmas variações próximas, pois facilita o cuidado. Afinal, a Phalenopsis precisa de menos luminosidade e a Vanda precisa de mais, por exemplo. Então, uma das duas vai ter dificuldade em se manter saudável se estiverem muito próximas. Durante o inverno essa separação é essencial.
  • Analise a raiz da sua orquídea. Veja se há falta de água, excesso de sol ou falta dele.
  • Se as folhas estiverem amareladas e ressecadas este é um sinal de que você deve analisar a sua planta.
  • Veja se os bulbos que crescem na sua planta têm folhas saudáveis e se desenvolvem bem.
  • Coloque a orquídea voltada para a luminosidade, com as folhas e bulbos voltados pro sol. Não deixe eles para trás em nenhuma hipótese.
  • Não regue suas plantas no horário mais quente do dia, pois é o horário que ela libera mais água. A planta está mais receptível no horário da manhã para a rega e a adubação. Porém, se você morar em locais em que o inverno for muito frio, regue num horário fresco – nem tão frio, como nas manhãs geladas, nem à noite.
  • Orquídeas gostam de vasos menores para prenderem suas raízes.
  • Prefira vasos de madeira, pois eles dão boas mostras se o substrato está encharcado. Isto no inverno é um fator essencial entre uma bela floração e a perda de muitas plantas para fungos.
  • Use um substrato específico para as orquídeas, não use terra de outros tipos de plantas. Fique atento a isso principalmente no inverno, pois as raízes podem ficar afogadas.
  • Observe as plantas todos os dias para detectar qualquer mudança, mesmo que seja pequena. Assim, é mais fácil adaptar os cuidados necessários para a orquídea.
  • Não exagere no adubo. Respeite as medidas pedidas nos rótulos. Do contrário, você vai queimar as raízes das suas plantas. No inverno, como o substrato demora mais pra secar, espere ele secar para adubar. Esse é um jeito mais seguro de manter as raízes saudáveis.
  • Não envolva as raízes em musgo, pois vai causar muita umidade. Ele pode apodrecer por estar muito úmido e matar a sua planta. Se for colocar, deixe o musgo na parte mais superficial do substrato.

A rega no inverno

Vale a pena falar sobre esse tópico em especial, pois essa época pode causar muita confusão na hora de cuidar das orquídeas.

alberto schumann

A rega vai depender muito da região em que você vive. Se ela é mais quente, continue com os cuidados normais da planta. Se esfriar, você precisa ficar atento em alguns pontos bem importantes:

  • Não molhe sua planta se o substrato estiver muito úmido, pois no inverno ele demora bem mais para secar. Isso pode levar as raízes a apodrecer ou queimá-las. À noite, o frio pode queimar as raízes, então não regue à noite.
  • Além disso, a ação de bactérias e fungos será maior e vão se alastrar, caso haja umidade em excesso.
  • Por isso, coloque um de seus dedos no meio do substrato da sua planta para verificar se a rega é realmente necessária. Desta forma, você vai sentir se o substrato da planta está seco ou molhado. Nesse caso, abra uma exceção e regue num horário em que não esteja tão frio, nem tão cedo pela manhã, nem à noite. Opte pelo final da manhã, o horário do almoço.
orquídeas no inverno
Descrição gerada automaticamente
Orquídea Cymbidium

Pode ser que a sua planta diminua o crescimento nessa época. Isso é comum em algumas espécies. Mas não será comum para as espécies que florescem no inverno, como a Cymbidium, por exemplo. Logo, não é uma boa ideia diminuir muito tanto a rega quanto a adubação.

Tome cuidado com o vento! Se ventos fortes atingirem as suas orquídeas, elas podem ter muitos problemas e vai ser difícil cuidar delas para voltarem a ficar saudáveis.

Caso onde você mora haja geada, use lonas pra cobrir a sua orquídea se elas estiverem em locais externos. E evite replantar as orquídeas nesse tempo frio. Espere as que raízes novas apareçam em abundância e que esteja um tempo mais ameno.

Lembrem-se: Uma orquídea saudável vai florir bem na época adequada para ela!

Your SEO optimized title page contents