Como escolher uma orquídea para cultivar? As orquídeas são difíceis de cultivar? Muitos delas são. Prossiga na leitura que vamos esclarecer questões a respeito do cultivo de orquídeas. A exuberância, a complexidade e a incrível diversidade de flores de orquídeas são incomparáveis no mundo das plantas. Essas belezas exóticas compreendem a maior família de plantas com flores, com mais de 30 mil espécies diferentes e pelo menos 200 mil híbridos.

A exuberância, a complexidade e a incrível diversidade de flores de orquídeas são incomparáveis no mundo das plantas.Clique para Twittar

As orquídeas podem ser encontradas em praticamente todos os lugares, e nas condições climáticas mais diferentes possíveis e adversas.

O motivo dessa diversidade reside na incrível capacidade da orquídea de se adaptar ao seu ambiente. Com tantas variedades de orquídeas diferentes que prosperam em tantas condições de crescimento diferentes, é relativamente fácil encontrar uma orquídea bem adaptada às condições que você pode fornecer – seja uma janela de cozinha ou uma sala aconchegante.

A maioria das orquídeas cultivadas são originárias dos trópicos. Em seu habitat natural, elas se ligam a casca das árvores, ou a superfície de outras plantas. Suas raízes grossas e brancas são especialmente adaptadas para absorver a umidade e os nutrientes dissolvidos.

Como essas orquídeas tropicais costumam crescer nas árvores, em vez de no chão da floresta, elas estão acostumados a uma boa circulação de ar e muita luz. Elas preferem um dia de 12 horas, durante todo o ano, e exigem uma alta intensidade de luz – aproximadamente o mesmo que as condições de pleno verão em regiões temperadas.

Como escolher uma orquídea para cultivar

As orquídeas são difíceis de cultivar? Muitos delas são. Na verdade, algumas são quase impossíveis de manterem vivas, muito menos trazem flores, mesmo para produtores profissionais.

Mas há dezenas de variedades de orquídeas, e centenas de híbridos, que são perfeitamente cultiváveis, crescendo em uma janela ensolarada ou sob luzes artificiais.

Para você se tornar um bom conhecedor do assunto, comece por escolher uma das variedades menos exigentes que seja adaptada ao tipo de condições de crescimento que você pode fornecer.

Adquira uma planta mais desenvolvida (as plantas jovens são muito mais difíceis de cultivar) e, se possível, compre-a já florida, então você saberá o que você está procurando.

Os hábitos de crescimento das orquídeas

Como escolher uma orquídea para cultivar
Orquídea Vanda, crescimento monopodial, haste vertical com folhas dispostas opostas ao longo do tronco

As orquídeas geralmente são agrupadas em duas grandes categorias que caracterizam seus hábitos de crescimento. As orquídeas monopodiais possuem uma única haste vertical, com folhas dispostas opostas ao longo do tronco.

O caule da flor aparece na base das folhas mais altas. As orquídeas com esse hábito de crescimento incluem a phalaenopsis e as vandas.

O hábito de crescimento mais comum é simpodial. Estas orquídeas crescem horizontalmente, enviando novos rebentos do rizoma antigo. Folhas e folhas de flor se formam no topo dos novos rebentos.

Muitas orquídeas simpodiais formam pseudobulbos, que são brotos inchados que armazenam água e nutrientes para ajudar a planta a sobreviver a períodos prolongados de seca. As orquídeas simpodiais incluem cattleya, cymbidium, oncidium e dendrobium.

As orquídeas também podem ser classificadas por seu habitat nativo, o que dá uma indicação da temperatura, umidade e níveis de luz que elas preferem. Orquídeas como Phalaenopsis e Paphiopedilum vivem como epífitas nas partes mais baixas da floresta.

Árvores e nuvens bloqueiam os raios diretos do sol. O sol direto pode causar queimaduras solares nas folhas, deixando grandes manchas amareladas. Elas ficam melhor instaladas em uma janela a leste ou sudeste onde a luz não é muito intensa.

Orquídeas de clima quente

As orquídeas de clima quente, incluindo cymbidiums e dendrobiums, estão acostumados a uma temperatura média. Elas geralmente se adaptam melhor em uma janela virada para o sul, embora possam precisar de um pouco de sombreamento durante o verão.

Como escolher uma orquídea para cultivar

Cattleyas e alguns oncidiums crescem onde os dias são secos e relativamente frescos. Elas são capazes de tolerar uma longa estação seca, seguida de uma estação chuvosa distinta. Sua necessidade de luz é alta, então elas devem ser colocadas em uma janela ensolarada, virada para o sul.

As orquídeas de alta altitude, como a masdevallia e o epidendrum, preferem a luz filtrada que não é muito intensa.

Você gostou deste artigo? Comente relatando a sua experiência para que mais pessoas sejam ajudadas. Compartilhe esta informação, avalie a nossa página Como Cuidar de Orquídeas, afinal fazemos com zelo e dedicação para divulgar boas informações.

Que tal um curso completo ensinando passo a passo como cuidar de orquídeas? Você vai se surpreender com a experiência de Alberto Schumman, respeitado cultivador de orquídeas com mais de 20 anos de experiência no cultivo de orquídeas.